LEPREVOST QUESTIONA 18 PREFEITURAS SOBRE TRATAMENTO E DESTINAÇÃO DE LIXO HOSPITALAR

Alertado por denúncias apresentadas em matéria exibida no programa Fantástico deste domingo, o deputado Ney Leprevost enviou correspondência oficial a todas as prefeituras paranaenses com mais de 100 mil habitantes para que informem e esclareçam como tratam e destinam os resíduos hospitalares de seus municípios.

Apesar de a matéria se referir a problemas ocorridos em município de outro estado, a preocupação constante de Leprevost com a saúde dos paranaenses fez com que questionasse todas as prefeituras das grandes cidades do estado.

Segundo normas sanitárias regidas por legislação específica, todo lixo classificado como hospitalar e oriundo de locais que manipulem seringas, sangue e instrumentos cortantes que resultem em resíduos infectantes deve ser coletado, tratado e destinado separadamente do lixo comum, em aterros sanitários.

As prefeituras às quais Leprevost solicitou esclarecimentos são as de: Almirante Tamandaré, Apucarana, Arapongas, Araucária, Cambé, Campo Largo, Campo Mourão, Cascavel, Colombo, Curitiba, Foz do Iguaçu, Guarapuava, Londrina, Maringá, Paranaguá, Pinhais, Ponta Grossa, São José dos Pinhais, Toledo e Umuarama.

 

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

oito − 3 =