NEY CHAMA ATENÇÃO PARA O “TESTE DO CORAÇÃOZINHO” AO LEMBRAR DATA DE CONSCIENTIZAÇÃO DA CARDIOPATIA CONGÊNITA

Ao lembrar o Dia Estadual da Conscientização da Cardiopatia Congênita, comemorado neste dia 12 de junho, o deputado Ney Leprevost, chamou  atenção para a importância  do Teste do Coraçãozinho (exame de oximetria de pulso) que  agora integra o rol de exames obrigatórios a serem realizados nos recém nascidos atendidos nas maternidades e hospitais do Paraná. O procedimento  que virou lei no Paraná, é oriundo de   projeto de  autoria de Leprevost com  a coparticipação do deputado Hermas Brandão Junior. Atualmente a cardiopatia congênita é detectada em alguns recém-nascidos somente após a alta hospitalar, o que resulta em morbidade significativa e até  em morte. O Teste do Coraçãozinho pode ajudar no diagnóstico e tratamento  , enfatiza o parlamentar.  APELO ATENDIDO Segundo Ney Leprevost, é comum recém-nascidos receberam alta e precisar retornar ao hospital após curto espaço de tempo, com problemas, muitas vezes graves, que poderiam ter sido detectados e investigados antes da alta pós parto, por meio da oximetria de pulso.
Lembrou Ney Leprevost que também é presidente Frente Estadual da Saúde e Cidadania, que a realização de exames de detecção de doenças cardiológicas tanto na fase intra-uterina quando nos recém-nascidos, foi  uma reivindicação da Associação de Assistência à Criança Cardiopata Pequenos Corações e Associação Paranaense de  Crianças Cardiopatas Coração de Leão que há tempo vinham  alertando para a necessidade do Teste do Coraçãozinho, a fim de minimizar os riscos de defeito congênitos mais letais decorrentes da ausência de diagnósticos precoce.  CORAÇÃO DE LEÃO
O Dia Estadual da Conscientização da Cardiopatia Congênita, comemorado no dia 12 de junho, faz parte do Calendário Oficial  de eventos do Paraná, por proposição do Deputado Ney Leprevost que destaca  o importante papel da Associação Paranaense Coração de Leão, uma entidade sem fins lucrativos, que reúne familiares e amigos em prol de crianças e adolescentes portadores de cardiopatias.
-É mais um ferramenta importante para salvar vidas, destacou Ney. Nesta quarta-feira, a Associação Paranaense de Crianças Cardiopatas Coração de Leão e o Hospital Pequeno Príncipe, com apoio da Secretaria Especial dos Direitos das Pessoas com Deficiência, montou  um estande  na Boca Maldita para lembrar  a data da conscientização, onde durante todo dia   eram  prestados esclarecidos e distribuídos  folders e cartazes explicativos. IMPORTÂNCIA DO TESTE
A Cardiopatia Congênita é uma malformação no coração dos bebês e ocorre durante o período de desenvolvimento fetal. Pode passar completamente despercebida durante a gestação e nos primeiros meses ou anos de vida da criança. A frequência da  Cardiopatia Congênita é de oito  para cada  mil  nascidos vivos e é responsável por 50% das mortes de recém-nascidos que sofrem de alguma anomalia congênita. Muitas gestações não chegam a ser concluídas porque a incidência dentro do útero é ainda mais elevada.
Dai a importância do Teste do Coraçãozinho que já  é lei no Paraná, cujo exame é indolor utilizado para medir os níveis de oxigênio no sangue realizado em recém-nascidos assintomáticos após 24 horas de vida e antes da alta hospitalar, para diagnosticar a presença de cardiopatia congênita grave que coloca em risco a vida da criança.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

catorze + 9 =