Ney Leprevost alerta para risco fechamento da única escola para alunos com Transtornos Globais do Desenvolvimento

Por meio de uma eleitora, o deputado Ney Leprevost tomou conhecimento da lamentável situação em que se encontra a única escola especializada no ensino de crianças e adultos com Transtornos Globais de Desenvolvimento (TGD).

Segundo informações encaminhadas ao parlamentar, a Escola Alternativa, voltada para o ensino e atendimento gratuito de 101 pessoas de três anos até idade adulta está prestes a fechar suas portas porque não encontra amparo no Governo do Estado e não tem condições de se manter apenas pelas doações que recebe de colaboradores. Fora os pessoas com necessidades especiais que freqüentam a escola, recebi a informação de que há ainda mais 150 crianças e jovens na lista de espera, afirma Ney.

Segundo a diretora da escola Alternativa, há um convênio com a Secretaria Estadual de Educação que prevê o pagamento e repasse de professores, no entanto os funcionários muitas vezes sequer são especializados. Nesta quarta-feira, Leprevost irá protocolar um PEDIDO DE PROVIDÊNCIAS na Secretaria de Educação para que a escola seja socorrida.

Vamos ajudar
Para se manter, a Escola Alternativa também desenvolveu alguns programas que fornecem uma parte do montante necessário para prover as necessidades básicas da instituição. No programa Apadrinhe um aluno, o colaborador pode ajudar financeiramente um aluno da escola. Já no programa Livro de ouro, a Escola Alternativa pede o auxílio de entidades públicas e privadas doando livros. Fora isso, a escola promove ainda eventos de arrecadação, como bingos, jantares e bazares.
Ney Leprevost convoca seus amigos e eleitores a ajudar a instituição, que se localiza na rua Dr. Goulin, 72 Alto da Glória. A Escola Alternativa pode ser contatada também pelo telefone (41) 3252 6186 ou pelo email amena@onda.com.br

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro + 4 =