NEY LEPREVOST EXIGE DO GOVERNO FEDERAL VACINA CONTRA GRIPE A-H1N1 PARA TODOS

O deputado Ney Leprevost, líder da Frente Estadual da Saúde e Cidadania, está  fazendo novo pedido ao Ministério da Saúde  para que este ano  a  vacinação gratuita  da gripe Influenza A- H1H1 seja para todos os paranaenses  e não apenas as minorias escolhidas pelo governo federal, como presos por exemplo.
 
Ney Leprevost, a exemplo do que fez  em 2013, enviou  ampla  documentação citando, por exemplo, que no ano passado foram confirmados 1.540 casos de gripe no Paraná e ocorreram 61 mortes no Estado.
 
A manifestação de Leprevost sobre o assunto,  tem em vista a notícia de que  a vacinação contra a gripe vai começar em breve em algumas clínicas particulares. Na rede pública, a previsão para o começo da campanha é em meados de abril, mas ainda não há datas definidas.
 
Nosso pedido é para que numa primeira fase em 2014  sejam vacinadas  crianças em fase escolar e posteriormente todos os paranaenses, salienta Ney Leprevost.
 
No ano passado o deputado  fez muitos pronunciamentos sobre esta grave situação e encaminhou  diversos ofícios às autoridades de saúde salientando que ao impedir o acesso de todas as pessoas à vacinação gratuita contra o vírus Influenza A – H1N1, a União está a lhes negar  o direito à saúde.
 
Ao comentar sobre seu pedido de fornecimento gratuito da vacina contra a gripe Influenza A- H1N1 a todas as pessoas residentes no Paraná  que assim desejarem, independente de integrarem ou não o grupo de risco, Ney Leprevost  lembrou que atualmente  grupo de risco é composto por presos, pessoas com 60 anos ou mais, crianças de seis meses a dois anos, indígenas, gestantes, mulheres de até 45 dias após o parto(em puerpério) profissionais de saúde, além dos doentes crônicos.
 
Salienta o deputado que especificamente no caso do Paraná, é bom lembrar  as peculiaridades climáticas de nossa região, cujo inverno é dos mais frios do país, o que favorece a disseminação da Gripe Influenza A – H1N1 entre os paranaenses  mais do que nas outras regiões do Brasil.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 + 7 =