NEY LEPREVOST FAZ PROJETO DE LEI EM DEFESA DAS GRÁVIDAS

O deputado Ney Leprevost, líder da Frente Estadual da Saúde e Cidadania, apresentou projeto de lei para garantir o direito das gestantes de terem acompanhante durante o processo de parto nos hospitais do Paraná.

Ocorre que a Lei Federal nº 11.108/2005, conhecida como Lei do Parto, não estabelece punição as instituições de saúde que não permitirem o acompanhamento da gestante. A ausência de multa vem gerando o seu descumprimento.

Segundo pesquisas noticiadas recentemente nos grandes jornais, 64% das gestantes atendidas na rede pública de saúde não tiveram direito a acompanhante. O agravante é que 56,7% delas alegam que o acesso do acompanhante foi proibido pelo próprio hospital, descumprindo a lei federal.

Com seu projeto de lei, Leprevost corrige o problema estipulando uma multa de 1.000 UFP/PR (710 reais), por cada gestante que o estabelecimento hospitalar desrespeitar em relação ao seu direito.

O Ministério da Saúde tem evidências científicas de que a presença de acompanhante traz grandes benefícios para a gestante e ao bebê, tornando a experiência do parto humanizado, fortalecendo os vínculos afetivos, reduzindo o tempo de internação e diminuindo os gastos da rede pública, afirma Ney.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

treze − 5 =