PROJETO DE NEY LEPREVOST PREVINE “SÍNDROME DO X-FRÁGIL”

Já está tramitando na Assembléia Legislativa o projeto de lei do deputado Ney Leprevost para garantir a realização de exame do Teste Molecular de DNA em recém-nascidos e crianças de até um ano e meio de idade no Estado do Paraná. Este exame é necessário para detectar a existência da Síndrome do X-Frágil.

A Síndrome do X-Frágil pode ser considerada uma doença genética, na qual ocasiona problemas de comportamento e atraso no desenvolvimento. “Na maioria das vezes, o recém-nascido nasce sem apresentar qualquer tipo de problema e, por esta razão, o Teste Molecular de DNA é essencial para identificação da doença”, afirmou Ney.

Pelo projeto, a coleta do material será realizado em recém-nascidos, já na sala de parto ou no berçário, pelo médico ou por qualquer membro da equipe devidamente treinada. “Caso não tenha sido feita a coleta no ato do nascimento, o exame deverá ser feito em crianças até dezoito meses, durante a aplicação das vacinas obrigatórias. O exame será certificado com anotação na carteira de vacinação ou em anexo”, informa o parlamentar.

Os responsáveis pelos Centros de Saúde orientarão os pais sobre a importância da realização do exame do Teste Molecular de DNA. “Caso seja apontada alteração que indique a presença da Síndrome do X-Frágil, os pais devem ser avisados e a criança, encaminhada para o devido tratamento com terapeutas ocupacionais, neurologistas e fonoaudiólogos”, concluiu Ney.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

onze + 3 =