SCIARRA E NEY FILIAM SINDICALISTAS DE PESO JUNTO AOS TRABALHADORES DE CURITIBA

O PSD de Curitiba, presidido pelo deputado Ney Leprevost, está filiando quadros que refletem a pluralidade e a democracia a que se propôs o partido em todo o Paraná. Ontem, dia 12, mais representantes do sindicalismo paranaense se filiaram ao PSD em ato na sede do Seletroar, Sindicato dos Trabalhadores na Indústria de Aparelhos Eletro-eletrônicos.

Feliciano Moreira, um dos precursores do sindicalismo no Paraná e tradicional militante das causas trabalhistas, filiou-se ao partido trazendo consigo 25 representantes dos sindicatos dos frentistas, dos ferroviários, dos securitários e dos eletricitários, entre os dez sindicatos presentes ontem. A condução correta do Eduardo Sciarra e do Ney Leprevost na formação do partido mostrou que no PSD teremos democracia interna, diálogo e progressos para o sindicalismo, declarou Moreira.

Já Paulo Rossi, presidente da UGT União Geral dos Trabalhadores, maior central sindical no Paraná e outra grande parceira do PSD no diálogo entre empresários, sindicalistas e trabalhadores, declarou-se motivado com as perspectivas do PSD para as eleições de 2012 na capital: O partido já tem montada uma excelente chapa de vereadores e poderá contar com o Ney Leprevost, que está mais do que preparado, para participar de alguma forma de uma chapa majoritária.

A encíclica Rerum Novarum já pregava harmonia entre capital e trabalho. No PSD do Paraná estamos colocando em prática este preceito humanista fundamental para o progresso do país e o desenvolvimento sustentável da economia, privilegiando sempre o que há de mais precioso: a vida e a liberdade, afirmou Ney.

Para o deputado Eduardo Sciarra, a filiação dos líderes sindicais reforça o perfil do PSD que se pretende plural, independente e responsável. Um partido hoje não pode mais ser fechado, hermético, sectarista. Ele deve refletir a sociedade como um todo e, desse modo, os filiados ao PSD representam os mais diversos setores dando legitimidade aos debates internos que estão começando em todo o país, afirmou.

 

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

14 + quinze =