Secretaria de Justiça e Defesa Civil incluem pessoas com deficiência nas Brigadas Escolares

A Secretaria da Justiça, Família e Trabalho (Sejuf) agora faz parte do programa Brigadas Escolares, criado em 2016 pela Defesa Civil, colaborando para a inclusão de pessoas com deficiência. Para tanto, todo o material didático e de conscientização foi traduzido em libras e pessoas cegas ou com baixa visão trabalharam voluntariamente como consultores para a audiodescrição dos vídeos produzidos pela Defesa Civil e pela Secretaria de Estado da Educação.

O programa Brigadas Escolares já está implantado em cem por cento das escolas estaduais do Paraná, com a participação de 47 mil brigadistas. “É um programa modelo que está servindo de exemplo para todo o País, por proporcionar segurança a professores e alunos”, explicou o secretário Ney Leprevost, da Sejuf, colocando toda a estrutura da secretaria a disposição para a inclusão de pessoas com deficiência.

O coordenador da Defesa Civil Coronel Ricardo Silva, lembrou que o Paraná saiu na frente ao permitir a inclusão das pessoas com deficiência. “Isso só foi possível graças ao apoio da Diretoria de Apoio a Pessoa com Deficiência da Sejuf, comandada pelo Felipe Braga Côrtes, para que todo material estivesse adequado às normas técnicas”, disse.

O programa Brigadas Escolares conscientiza e capacita a comunidade escolar para o enfrentamento de eventos danosos, naturais ou antropogênicos, bem como o enfrentamento de situações emergenciais no interior das escolas. O objetivo é proporcionar aos alunos da rede estadual de ensino condições mínimas para enfrentamento de situações emergenciais no interior das escolas e adequar as edificações escolares estaduais às normas mais recentes de prevenção contra incêndio e pânico do Corpo de Bombeiros da Polícia Militar do Paraná.

Nesta quarta-feira, a Defesa Civil homenageou Luis Gustavo Moreira de Andrade, Juliana Lucca dos Santos, Juan Carlos Cordeiro de Oliveira e Eveline Magalhães, todos cegos ou com baixa visão, que trabalharam como consultores voluntários para a produção da audiodescrição dos materiais das Brigadas Escolares. Também foram homenageadas suas orientadoras, a audiodescritora Raquel Carissimi e a professora de artes Dielle Santos, da Escola Estadual Guido Viaro.

(Via #Equipe) #RatinhoJunior #NeyLeprevost

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *