Governo firma parceria para capacitar profissionais que trabalham com a infância no combate a cibercrimes

Formar profissionais das diversas áreas de atuação com a infância – educadores, conselheiros tutelares, psicólogos, policiais militares (especialmente atuantes na Patrulha Escolar), assistentes sociais e demais atores do Sistema de garantia dos Direitos da Criança e do Adolescente – para fortalecer as ações da Força-Tarefa Infância Segura na prevenção e combate aos crimes cibernéticos, é o objetivo da nova parceria firmada nesta quinta-feira (12), com a Secretaria da Justiça, Família e Trabalho do Governo do Paraná (Sejuf), Secretaria de Estado da Administração e a Safernet Brasil – que atua para promover a conscientização de como usar a internet de maneira livre e segura.

A assinatura da cooperação técnica foi feita pelo secretário da Justiça, Família e Trabalho do Governo do Paraná, Ney Leprevost, pelo secretário de Estado da Administração, Reinhold Stephanes e pelo diretor de educação da Safernet, Rodrigo Nejm, no Palácio das Araucárias, em Curitiba.

“Precisamos sensibilizar, educar e promover o uso ético e cidadão da internet para crianças e adolescentes. Atuamos com prevenção nessa área que é o nosso futuro nessa era digital e tudo hoje é conexão e tudo ocorre por meio da internet, por isso precisamos estar preparados para este novo desafio”, disse o secretário da Sejuf, Ney Leprevost.

Para o chefe do Departamento da Justiça da Sejuf e coordenador da Força-Tarefa Infância Segura, Felipe Hayashi, “o Paraná sai na frente de novo, vai ser o primeiro estado do Brasil que firma este tipo de parceria para capacitar ao longo dos próximos dois anos aproximadamente 16 mil profissionais de todas as áreas de atuação”.

A capacitação EaD será promovida com a parceria da Escola de Gestão e a Escola de Educação em Direitos Humanos e a Força-Tarefa Infância Segura e vai viabilizar o acesso deste curso aos profissionais nos 399 municípios. “Este é o primeiro passo para que esses profissionais tenham o mínimo de informações sobre os problemas hoje que nós temos nas áreas do ciberbullyng, da extorsão mediante o uso da internet, do aliciamento sexual, dentre outros”, afirma Hayashi.

De acordo com o diretor de educação da Safernet, Rodrigo Nejm, “hoje é um marco pra nós como organização da sociedade civil que faz um trabalho técnico e tenta subsidiar o trabalho de políticas públicas. Essa integração é fundamental para que possamos juntos desenvolver propostas e ideias de diretrizes das políticas públicas, fazendo com que a informação que é o principal chegue na população. Precisamos garantir que o uso dessas tecnologias seja a favor de oportunidades, de conhecimento, de empoderamento dessas crianças e adolescentes, mas de uma forma segura e inteligente”.

A SaferNet integra um time de parceiros que concentra força e competência para aumentar a segurança na Internet. São parceiros as empresas: Google; Facebook; Vivo; Twitter, do setor público Ministério Público Federal; Ministério dos Direitos Humanos; Polícia Federal e organizações internacionais como Unicef, dentre outros.

(Via #Equipe) #RatinhoJunior #NeyLeprevost

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *