No Dia Nacional de Conscientização da Cardiopatia Congênita, Ney Leprevost reforça a importância do teste do coraçãozinho

No Dia Nacional da Conscientização da Cardiopatia Congênita, que é lembrado nesta sexta-feira, 12 de junho, o deputado federal Ney Leprevost destaca a importância do Teste do Coraçãozinho, que proporciona diagnóstico precoce para identificar problemas relacionados a cardiopatia congênita.

Foi através de Lei de sua autoria, quando ocupou o mandato de deputado estadual, que o Teste do Coraçãozinho (exame de oximetria de pulso), passou a integrar o rol de procedimentos obrigatórios a serem realizados nos recém-nascidos atendidos nas maternidades e hospitais de todo Paraná.

Ney explica que o teste deve ser realizado ainda na maternidade, nas primeiras 48 horas após o nascimento da criança. “É feito com um aparelho simples chamado oxímetro de pulso, que mede o nível de oxigenação no sangue do bebê, é indolor, gratuito e tem 80% de eficiência na detecção precoce de cardiopatias congênitas, o que possibilita o imediato tratamento do recém-nascido”.

Através do teste é possível medir a concentração de oxigênio e verificar a circulação de sangue no organismo do bebê. O resultado é considerado normal se o nível de oxigenação for maior ou igual a 95%. Se o resultado for menor, o bebê deverá ser submetido a exames e precisará de acompanhamento cardiológico.

Reforçando seu compromisso com a saúde dos curitibanos e paranaenses, Ney alerta que “todos os pais devem pedir já na maternidade, gratuitamente, assim que o bebê nasce, o Teste do Coraçãozinho. Este é um direito adquirido pela nossa Lei e um dever das instituições de saúde”.

A cardiopatia congênita ocorre devido a uma alteração da estrutura cardíaca durante o desenvolvimento embrionário. Mesmo sendo um problema comum, é uma das principais causas de óbitos relacionadas a malformações congênitas. No Brasil, nascem cerca de 28 mil crianças com problemas cardíacos por ano.

(Via Assessoria de Imprensa).

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *