Em live do Conselho Estadual dos Direitos da Mulher, Ney Leprevost dá início à campanha Outubro Rosa da Secretaria da Justiça

O Conselho Estadual dos Direitos da Mulher (CEDM) esteve reunido nesta terça-feira (06), por videoconferência, para debater sobre a importância de desenvolver políticas públicas em favor da saúde das mulheres. A reunião ordinária deu início há uma série de Lives que serão realizadas no mês de outubro pela campanha “Outubro Rosa”, da Secretaria da Justiça, Família e Trabalho (Sejuf).

Na abertura da reunião o secretário da Justiça, Família e Trabalho do Paraná, Ney Leprevost, aproveitou e lembrou que as mulheres paranaenses têm assegurado por Lei, o direito de realizar o exame radiológico gratuito. “Sabemos que todos os dias, são tempos de cuidar da saúde e se prevenir sobre o câncer. Mas em alusão a este mês mundial de conscientização sobre o câncer de mama temos o dever de alertar e conscientizar todas as mulheres do Paraná”.

Na mesma ocasião, Leprevost parabenizou a presidente Maria Isabel Correa e todas as mulheres conselheiras pelo excelente trabalho que estão desenvolvendo com a política pública para mulher.

De acordo com a Lei 16.600 de 09/11/2010, de autoria de Ney Leprevost enquanto era deputado estadual, todas as mulheres do Paraná com mais de 35 anos de idade, mediante recomendação médica, poderão requerer na rede pública de saúde o exame mamográfico gratuito para prevenção do câncer.

Programação das próximas ações – Nesta quarta-feira (07), às 15 horas, na página do YouTube da Sejuf será realizada a Live com Tania Gomez, Embaixadora da Paz da Universal Peace Federation, uma ONG presente em 150 países. Ela vai abordar o tema “Vencendo Desafios”.

No dia 20 de outubro, às 15 horas, será realizada uma Live com Gladys Haluch, administradora de empresas e fundadora da Associação Amigas da Mama, que também já passou pelo câncer de mama e hoje é voluntária e uma das maiores incentivadoras dessa associação.

Durante todo o mês serão distribuídos informativos da Campanha Conscientizar+, do Hospital Erasto Gaertner para todas servidores e visitantes da Secretaria da Justiça, Família e Trabalho. “Vamos repassar informações para encorajar mulheres a realizarem seus exames, iniciativa fundamental para a prevenção, visto que nos estágios iniciais, a doença é assintomática”, explicou Mara Sperandio.

(Via Assessoria de Imprensa – Luiz G. Mazza Neto)

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *