Copa do Mundo no Paraná já era articulada desde 2000

Municípios devem se preparar para mostrar potencial turístico

Os trabalhos precisam começar já para que tudo esteja no eixo em 2014, quando o Paraná deve recepcionar uma das chaves da Copa do Mundo de Futebol. Os setores que recebem demanda direta, como hotelaria, comércio e entretenimento já estão buscando especializar e profissionalizar a mão-de-obra, que precisa estar a altura do padrão internacional de atendimento.

O que a maioria não sabe é que, em meio ao frenesi da conquista paranaense, os planos e preparações para hospedar um dos eventos esportivos mais importantes do mundo já estavam sendo semeados em 2000, quando a FIFA e o secretário-geral da Confederação Brasileira de Futebol, Marco Antonio Teixeira, estiveram inspecionando as instalações da Arena da Baixada em ocasião da candidatura do Brasil a Copa de 2006.

Já naquela época, Ney Leprevost, então secretário de Esporte e Turismo, conseguiu excelentes resultados. Manchetes de jornais como FIFA impressionada, Curitiba quer sediar uma das chaves da Copa de 2006 e Pré-Olímpico demonstra potencial expressam bem o clima de otimismo e confiança da ocasião. Em 18 de janeiro de 2000 o governador Jaime Lerner acompanhava o grupo de inspeção da FIFA em visita ao recém inaugurado estádio do Clube Atlético Paranaense, a Arena da Baixada. Durante o almoço de boas vindas, se fizeram presentes Lerner, representantes da CBF, da Federação Paranaense de Futebol, o ministro do Esporte e Turismo, o prefeito de Curitiba, e o secretário Estadual do Esporte e Turismo; além dos dirigentes do Clube.

Ney lembra que a experiência do Paraná no Pré-Olímpico, credenciavam o estado a constar na lista dos escolhidos como sub-sede da Copa. O Torneio Pré-Olímpico, realizado em Cascavel e Londrina, além da participação da organização da Copa América, funcionaram como uma vitrine do potencial paranaense. Com certeza, a boa impressão causada naquela época foi positiva para a escolha de Curitiba como sede de uma das chaves da disputa mundial, avalia.

Como membro da Comissão de Acompanhamento da Copa e ex-secretário de Esporte e Turismo, Ney chama atenção para a importância dos municípios se prepararem para receber a Copa em 2014, aproveitando a oportunidade em que o mundo todo estará prestando atenção no Brasil para dar visibilidade ao potencial turístico do Paraná. Precisamos, mais do que nunca, preparar nosso estado, mobilizar a população para mostrar ao mundo o talento cultural; a gastronomia, a multiplicidade étnica e as belezas naturais do Paraná, afirma o parlamentar. 

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

14 − 4 =