NEY RELEMBRA UM ANO DA MANIFESTAÇÃO DO MOVIMENTO “O PARANÁ QUE QUEREMOS”

Há exatamente um ano, na Boca Maldita, Ney Leprevost se juntou a milhares de outros paranaenses para participar do movimento O Paraná que Queremos, deflagrado pela série de matérias da Gazeta do Povo e da RPC TV Diários Secretos e que resultou na Lei da Transparência.

Na noite do manifesto, em 8 de junho de 2010, dos 54 deputados estaduais paranaenses somente Leprevost e os deputados Marcelo Rangel e Tadeu Veneri compareceram ao palanque da Boca Maldita para ouvir a sociedade paranaense, que se fez representar por cerca de 30 mil pessoas.

Lá, Ney e seus colegas deputados receberam das mãos do jurista René Ariel Dotti; do presidente da OAB do Paraná, Dr. José Lúcio Glomb; e do presidente da APAJUFE Associação Paranaense dos Juízes Federais, Dr. Anderson Furlan, o documento com os anseios dos paranaenses em que os três parlamentares se basearam para protocolar o Projeto de Lei da Transparência, cuja autoria formal é a eles consagrada.

Hoje é um dia a ser relembrado, nossa Lei da Transparência já está sendo aplicada no Portal da Transparência da Assembleia, conta Ney, que espera ver um outro projeto de lei de sua autoria implantado também nas esferas do serviço público estadual, que é o Ficha Limpa Paraná.

Quando a sociedade se mobiliza e exerce a cidadania, mudanças acontecem. Essa vigilância em relação ao poder público deve ser permanente, afirma Ney.

 

 

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

onze + três =