“CURITIBA NÃO PODE PERDER A CAPACIDADE DE OUSAR”, AFIRMA NEY NO ANIVERSÁRIO DA CIDADE

Administrar uma cidade não é tarefa que se faz sozinho. O ofício de prefeito requer capacidade de mobilizar a sociedade pelo bem comum. Não se constrói justiça social olhando para trás. Liderar é ter a grandeza de descartar os defeitos e potencializar as qualidades de cada membro do grupo. As palavras são do deputado Ney Leprevost ao falar durante sessão solene na Assembléia Legislativa promoveu nesta quarta-feira (26) para homenagear os 321 anos de Curitiba, que serão comemorados no dia 29 de março.

Durante a solenidade, que foi proposta por Leprevost, foram homenageadas 321 pessoas, entre servidores da Prefeitura de Curitiba e de outros órgãos públicos,  além de personalidades que   contribuem com o desenvolvimento de Curitiba. A sessão contou com a participação da vice-prefeita e secretária Municipal do Trabalho e Emprego, Mirian Gonçalves, que representou o prefeito Gustavo Fruet, bem como do secretário-chefe da Casa Civil, Reinhold Stephanes,  representando o governador Beto Richa.

O ex-prefeito Saul Raiz, o diretor-presidente do Instituto de Tecnologia para o Desenvolvimento (Lactec), Omar Sabbag Filho, e o ex-presidente da Câmara Municipal de Curitiba, ex-vereador João do Suco  e o padre Lino Zandoná  fizeram parte da mesa. Em nome dos homenageados falou  o músico Paulo Roberto Juk, da Banda Blindagem e diretor  ABRAMUS Associação Brasileira de Música e Artes, que ao agradecer a homenagem destacou a iniciativa salientando que nada mais gratificante na vida de uma pessoa  do que o reconhecimento. A atitude de reconhecer e homenagear, portanto, é uma atitude de profunda demonstração de consideração e afeto. Com certeza é esse o sentimento de todos os homenageados hoje aqui na  Assembléia Legislativa.  

A cidade tem que estar bem cuidada, como um bela namorada. Precisamos  criar oportunidades para as pessoas expressarem em atitudes e sentimento de amor por Curitiba. Nossos gestores não devem abrir mão da capacidade de criar e ousar. O talento dos nossos cidadãos  sempre foi um diferencial potencializado pelos líderes do município, afirmou Ney .

TERRA DE TODAS AS GENTES”

 Ainda em seu pronunciamento Ney Leprevost  lembrou o  ex governador Bento Munhoz da Rocha  quando dizia que o Paraná “é a terra de todas as gentes”. Pura verdade. O grande espelho deste estado onde as pessoas se respeitam e se ajudam é Curitiba., enfatizou Ney.
E acrescentou: Nossa cidade teve grandes prefeitos. Sem fazer muito esforço, podemos citar Ivo Arzua, Omar Sabbag, Alô Guimarães, Ney Leprevost ( o original ) , Ney Braga, Saul Raíz e Jaime Lerner. Mas a verdade é que Curitiba só se tornou uma cidade referência para todo Brasil porque, liderada por estes gestores, sempre teve na sua gente uma fiel colaboradora da vida comunitária.

 

 

 

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 × 5 =