AUDIÊNCIA PÚBLICA PROPOSTA POR NEY LEPREVOST VAI DISCUTIR GRAVE PROBLEMA DOS DEPENDENTES DO CRACK

O deputado Ney Leprevost, líder da Frente Estadual da Saúde e Cidadania, propôs a realização de audiência para discutir o tema Desassistência da Psiquiatria pelo Poder Público e a falta de leitos para internamentos de dependentes de crack.

O evento  que acontece dia 29 próximo (terça-feira) é uma ação conjunta com a Sociedade Paranaense de Psiquiatria. A audiência tem como objetivo debater o cumprimento da Lei n.º 10.216/2001, que dispõe sobre a proteção e direito das pessoas portadoras de transtornos mentais, informa a entidade.

CRESCENTE DEMANDA

Segundo o presidente da  Sociedade Paranaense de Psiquiatria, André Rotta Burkiewicz,  em fevereiro, representantes da Secretaria Municipal de Saúde de Curitiba e da Secretaria de Estado da Saúde do Paraná foram notificados para determinar providências que garantam adequado atendimento psiquiátrico. No documento foi reforçada a preocupação com o fechamento dos leitos psiquiátricos em hospitais e a falta de alas para atender a crescente demanda, inclusive de crianças e adolescentes.

De acordo com o presidente da entidade, outro problema é o horário de funcionamento de leitos psiquiátricos e a quantidade insuficiente de CAPs. O objetivo da audiência é encontrar alternativas, em conjunto com a classe médica psiquiátrica, para prestar atendimento de qualidade e referência em saúde mental à população paranaense.

Já o deputado Ney Leprevost diz que sua preocupação  com os dependentes do uso de  crack  vem de muito tempo. Em 2010, por exemplo  protocolou a criação da Frente Parlamentar da Saúde Contra o Crack. 

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 × dois =