CPI DA PSIQUIATRIA ENVIA PRIMEIRAS DENÚNCIAS AO MP

O deputado Ney Leprevost, presidente da CPI da Saúde Psiquiátrica criada para investigar diversos problemas da saúde mental no Paraná protocolou, nessa segunda-feira (30/06), ofício junto ao Ministério Público solicitando que sejam apuradas as denúncias feitas à Comissão Parlamentar de Inquérito.

Segundo as denúncias do Dr. Marcelo Heyde, responsável pela área de psiquiatria do Hospital Nossa Senhora da Luz, nos conhecidos CAPs, os adolescentes com idade entre 16 e 18 anos estão sendo atendidos juntamente com os maiores de 18 anos.

No mesmo ofício Leprevost solicita a investigação, por parte do MP, sobre a denúncia de que é comum o tratamento de crianças e adolescentes com transtornos psiquiátricos gerais – autismo, depressão, transtorno bipolar, etc – junto com crianças e adolescentes dependentes químicos.

As duas situações são gravíssimas pois ferem todas as indicações técnicas e terapêuticas existentes e vai contra o que diz o Estatuto da Criança e do Adolescente no que se refere a proteção de infantes e jovens que já tiveram contato com entorpecentes. Nesses casos, deve haver o atendimento integral e especial por parte da sociedade e do próprio Estado no sentido de resguardar a vida e a saúde da criança e do adolescente. denuncia Leprevost.

 

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 × 3 =