NEY PROPÕE DIVISÃO POLICIAL DE CRIMES CIBERNÉTICOS E COMBATE A ESPIONAGEM ILEGAL

A criação da Divisão de Crimes Cibernéticos (Crimes de Internet), Combate à Espionagem Ilegal e Violação da Privacidade, na estrutura da Policia Civil do Estado do Paraná está sendo sugerida pelo deputado Ney Leprevost, através de projeto de indicação legislativa.

A internet, com o advento da modernidade, trouxe consigo inúmeras novas situações a serem enfrentadas, entre elas à violação a intimidade e a privacidade, atos estes ocorridos no mundo cibernético com repercussões   no mundo real, comentou Ney.
 
 Mais adiante o deputado argumenta também que essas novas situações entram no campo criminal, principalmente na esfera penal e constitucional, visto que possibilitam a prática de novos delitos, entre eles a pedofilia virtual, a xenofobia, o roubo de identidade, a quebra de privacidade e até o ciberterrorismo.

Segundo Leprevost, os empresários também estão inquietos ante esse risco real, pois os aparelhos, ao mesmo tempo em que criam múltiplas facilidades e contribuem para a produtividade, também podem colocar em xeque a segurança das empresas, expondo seus diferenciais, estratégias de marketing, avaliações mercadológicas e conteúdos sigilosos.

Finalizando, Leprevost diz que a utilização de smartphones, tablets e notebooks é uma realidade cada vez mais presente no cotidiano. Como resultado, todos estão preocupados com a privacidade dos dados que circulam em seus dispositivos móveis. De acordo com recente pesquisa realizada pela KPMG International, intitulada The Converged Lifestyle (O Estilo de Vida Convergente), 90% dos consumidores estão preocupados com a ameaça de que informações e imagens pessoais arquivadas em dispositivos móveis sejam acessados por terceiros. Daí a sugestão para criação da  Divisão de Crimes Cibernéticos ( Crimes de Internet) Combate à Espionagem Ilegal e Violação da   Privacidade.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um × 4 =